01 março 2017

# Gente do Bem: Ariel Gomes Queiroz e seus contos..

Olá amores, hoje no quadro " Gente do bem" trago-vos a história de um jovem que sonha e luta pelos seus sonhos, desafiando  seus medos! Vou deixar que ele se apresenta para vocês.

Meu nome é Ariel Gomes Queiroz, eu tenho 20 anos, moro em Pindamonhangaba-Sp. Sou formado em Inglês e  estou cursando o último ano , o 4º, da faculdade de Jornalismo no Centro Universitário Teresa D’Ávila, popularmente chamado de UniFatea ou só Fatea. 

Desde muito pequeno eu sempre fui de inventar histórias, criar novos mundos, novas pessoas, novas situações e tudo mais. Sempre achei o mundo literário fascinante e esse foi um dos grandes motivos da escolha da faculdade.  O curso me proporciona tudo isso, claro que não cem por cento, pois há centenas de áreas que o curso abrange, mas o pouco que pude tirar disso foi gratificante.

Nunca fui muito de sair. Não gostava de ficar no meio de muita gente, me apavorava. Com isso e com o incentivo de uma prima, me tornei um leitor assíduo, “devorava” cada livro que via pela frente. E lia de qualquer gênero. Livro é livro. Além deles, as séries também me prendem em casa, sempre que tem uma série pra lançar, eu vou querer ver. E por fim, o cinema é uma arte que não consigo ficar sem, pelo menos uma vez na semana eu vou ao cinema, independente do filme que seja. O conjunto desses três tipos de manifestação artística é pra mim, a coisa mais valiosa nesse meio. A magia que todos contêm é envolvente e não te larga nunca. Acredito que quem é amante dessas artes nunca estará sozinho. 
Como o leitor que sou e jornalista quase formado, não seria estranho se eu quisesse que algo escrito por mim fosse publicado. E assim, além de tudo poder enfim, me proclamar escritor. Pois bem, esse feito aconteceu, dois contos de minha autoria serão públicos em uma antologia intitulada “Um Céu e Estrelas” junto com outros escritores incríveis (que ainda quero ter o prazer de conhecer todos pessoalmente) pela Editora  Villa-Lobos. A seleta foi feita pelo proprietário, Dêner B. Lopez, que é nosso organizador e  editor, que com muita paciência escolheu minuciosamente cada escritor. 





O tema dessa antologia era “Amor”, seja ele negativo ou positivo. Eu fiquei neste edital do livro por  causa de uma amiga, que também é amiga do Editor. Um belo dia, estávamos conversando e ela falou “nossa Ari, meu amigo abriu uma editora, acho que ele abriu um edital pra enviar contos”, eu fiquei todo alegre e no dia seguinte, se não me engano,  ela me enviou o edital. No começo eu fiquei um pouco inseguro de mandar e não ser aceito para participar, mas meu namorado e uma outra amiga me incentivaram e muito.  Depois de alguns dias eu resolvi mandar minhas escritas. Meus contos têm por nome “Cinco Vidas” e “Olhe pra mim”. O primeiro se tratando do amor de forma platônica, não correspondido. Já o segundo, é sobre um garoto que sempre teve medo de se deixar levar por esse sentimento.


Ter esses contos publicados é um sonho se tornando realidade,  estou muito ansioso por o ver pronto. Até agora temos a arte final da capa, e está divina. Esse foi um pequeno passo, um degrau a mais que subi, um estímulo a mais que precisava para saber o que quero para toda a vida.  Sempre aprendi com meus pais que é aos poucos que se conquistam seus sonhos. E agora e estou aqui, aos poucos entrando nesse mundo que sempre quis.


Ariel Gomes Queiroz

Ao Ariel desejo toda sorte do mudo e que todos os seus sonhos possam se tornar realidade. O Ariel é gente do bem...