06 março 2017

# Reconhecimento/Prêmio: Sônia Andrade o "Anjo da Guarda das famílias desfavorecidas" ganha medalha Chiquinha Gonzaga.

Sônia Andrade, criadora do Instituto Novo Brasil, ganha medalha Chiquinha Gonzaga.

Nesta quarta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a medalha Chiquinha Gonzaga será concedida no auditório da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, na Cinelândia (18:30h), pela primeira vez em sua trajetória, após resultado obtido por meio de consulta popular. A ganhadora, Sônia Andrade, conquistou 55,5% dos votos através da página do Facebook do vereador Alexandre Arraes (PSDB). 


Sonia foi escolhida devido à repercussão do trabalho que realiza como criadora do Instituto Novo Brasil, pelo carimbo solidário. O seu objetivo ao fundar o instituto, em 2006, foi regularizar a situação habitacional dos moradores de comunidades por todo o Brasil, fornecendo o registro do título de posse que é o primeiro passo em direção à regularização fundiária, garantindo ao possuidor, dentre outras coisas, a regular transmissão aos seus herdeiros, a cessão no mercado imobiliário e, principalmente, a justa indenização nas hipóteses de desapropriação ou despejo.



O Instituto já atendeu mais de seis mil famílias gratuitamente, com o projeto A Casa É Nossa, que forneceu a todos os seus beneficiados o título de posse de suas casas. O projeto já passou por Cantagalo, Pavão-pavãozinho, Alto da Boa Vista, Complexo do Alemão, Complexo de Manguinhos, Ladeira dos Tabajaras, Comunidade Beira Rio e Canal do Anil, Cidade de Deus e Chácara do Céu.

A ganhadora
Sônia Andrade graduou-se em Direito e tornou-se registradora do 6º Ofício de Registro de Títulos e Documentos, conquistando nessa função, com a qualidade do seu trabalho, as certificações ISO 9001 e SA 8000. A partir do momento em que se tornou registradora, ela começou a pensar sobre a importância da função social dos cartórios para a vida da população, daí veio a ideia de criar o Instituto.

O prêmio
A medalha que leva o nome da renomada compositora Chiquinha Gonzaga, que em 2017 é lembrada pelos 170 anos de seu nascimento, também foi indicada a Andrea Gomides, do Instituto Ekloos, e a Iraci Gomes, da Associação de Moradores da Vila Canoas, que ficaram, respectivamente, em 2º e 3º lugares na votação. Na solenidade, todas as indicadas serão agraciadas.

Serviço:
Instituto Novo Brasil, pelo carimbo solidário
Rua do Carmo, 38 - Centro
Telefone: (21) 3474-6553

Mais informações:
Ariane Rabello
ariane.rabello@gmail.com

(21) 96562-0199